Ana Julia ou…

Nada por dizer… Não pensar e viver outra vez. Anos atrás, a Itália, quando ela (de onde vinha?) abraçava. Havia o estranhamento e a emoção que transbordaram as margem dos olhos. Nela as lágrimas caem como pingos da chuva, caem água pura, densas. Acho que é emoção, ela não segura…Nada por dizer… A chuva de…

Continue lendo

Cabelo solto ou sobre Peilin…

Nunca pensei sobre fotografar pessoas (que seria capaz), fazer retrato…Mas, de repente, assim por acaso, num domingo qualquer eu esperava a Peilin no portão do parque. Com seus pés pequeninos e cadarços soltos, ou como uma nuance, ela foi se aproximando por detrás de um senhor que caminhava lentamente. Sabia que era ela pelo movimento…

Continue lendo

fotoGrafia

grafia (grego grafé, -ês, escrita + -ia) elemento de composição Exprime a noção de escrita (ex.: ortografia), de registro (ex.: tomografia) ou de estudo (ex.: etnografia). fo·to·gra·fi·a (foto- + -grafia) substantivo feminino 1. Arte ou processo de fixar a imagem de qualquer objeto ou realidade através de sensor digital ou superfície fotossensível (película ou chapa)…

Continue lendo

Ancora Girasole

“(…) uma coisa é ler livros, e outra, aproximar-se das pessoas.” (Paolo Rossi, p.11)Ontem (foi antes de ontem) D. Guida me deu um pote de framboesas colhidas por ela, hoje (foi ontem) ela secou minhas lágrimas e depois deixou-me umas tantas bergamotas (tangerinas). Semana passada foi laranja e algum dia desses bolo que dei para…

Continue lendo

Para ela… – trecho

  (“(…) Àquela altura eu já tinha percebido que procurar era a minha sina, emblema dos que saem à noite sem propósito fixo, razão dos assassinos de bússolas.” – (pos.259)) Nunca mais vou voltar…E nunca é um talvez ecoado, um alguém inexistente. Foi ou é ou será, a in-conjugação sem o tempo ou para além de…

Continue lendo

Desvio ou desencontro

“Se você quer amar não pode ser indiferente.” (Papa Francisco) Na rua para casa o anúncio: desvio. No miado insistente, na casa, os degraus do corredor, um teto invertido. Sento-me com os degraus compartilhando a confidência das palavras ou talvez o silêncio nublado de um domingo. Eco, é sutil o toque das letras… Talvez sejam…

Continue lendo

O próximo instante

A última pincelada antes da meia noite. As folhas caíram, ainda estão sobre o chão. A luz ao lado, do lago, acesa, um piano ou um violino, um latido miado ou pássaro cantando as histórias que ainda estão para ser lidas para embalar a noite…Penso em ti ou em você.Deito-me na grama e deixo que o…

Continue lendo

Caminho sobre os trilhos…

“Toda mudança é um milagre a contemplar; mas esse milagre está ocorrendo a cada instante.” (Walden, p. 19)Caminho sobre os trilhos…Feche os olhos e escute o tilintar da partitura que fez dos trilhos a linha da música… Escute pois estou seguindo, é suave e cuidadosamente que toco a quietude da sua mão. Confie de olhos…

Continue lendo

Meu coração é uma prece

Eu não sei se foi de distração ou de manhã que acordei quase num susto de janela clara e nuvens e promessas de chuva. Eu havia dormido fundo e distraidamente. Eu passei sem ver e existia um milagre contrafeito de efeitos e feitos e… Nada soube-se dizer porquê. O porque já não havia. Então, um…

Continue lendo

Resista – trecho para ouvir

Acho que lembro o que foi escrever o poema “Resista”… Dias e não notícias e tudo que gritava resista, só mais uma vez resista – por mim e por tantos outros. Minha resistência é escrever o poema que quer ser escrito. É amar como ato de resistência, resistir como ato de amor…O poema “Resista” compõe…

Continue lendo